Nascido em Ponte Serrada está nas Olimpíadas

Domingo, dia 7, às 11h20 da manhã, a família de Willian Giaretton não vai piscar os olhos em frente à TV. Membro da equipe do Brasil no remo, ele forma dupla com Xavier Vela Maggi na classe double skiff peso-leve nas Olimpíadas do Rio de Janeiro.

 

Nascido em Ponte Serrada e morador de Passos Maia até os 13 anos, Willian é motivo de orgulho para a mãe Eva Isabel de Freitas. “Me sinto muito feliz. Não é para qualquer um estar lá. Desde os 13 anos eu sabia que ele ia ser atleta e um dia conseguir chegar onde está”.

 

Caminhada até a Olimpíada

 

Willian tem 25 anos e mora atualmente em Porto Alegre, para onde a família foi quando ele tinha 13. Lá despertou o interesse pelo remo. Começou a treinar e competir no Grêmio Náutico União. Aos 15 anos foi para o Rio de Janeiro, de onde retornou a Porto Alegre com 23 anos.

 

De volta ao clube onde começou a carreira, Willian e o parceiro Xavier venceram em março deste ano a final do Double Skiff Leve da Regata Continental de Qualificação Olímpica, no Lago Curauma em Valparaíso, Chile, garantindo a classificação para os Jogos Olímpicos.

 

Para ter noção do peso da conquista, o Brasil tem direito a levar apenas um barco feminino e outro masculino, com uma única dupla em cada. Com 1,93m de altura e 73 quilos, Willian é um dos quatro que representarão o time brasileiro.

 

De volta a Passos Maia

 

Além de Willian, Eva Isabel de Freitas, que voltou a morar em Passos Maia há poucas semanas, tem outros quatro filhos. Guilbertt Natan de Freitas Barbosa, de 15 anos, Guilherme Lucas Giaretton, de 22, Gabriel de Freitas Carvalho, três anos, e o pequeno Enzo de Freitas Carvalho, de apenas dez meses, estarão na torcida por Willian no próximo domingo.

 

Ver o irmão de perto

 

Quase a família toda vai assistir à prova pela TV, mas um representante acompanhará o jovem de pertinho. A missão, ou o privilégio, será do irmão Guilbertt. Na sexta-feira, dia 5, ele embarca para o Rio de Janeiro. A torcida é por medalha, mas mesmo não vindo, o sentimento já é de vitória. “Mesmo que não ele consiga, vou estar orgulhoso por chegar aonde chegou”, resume Guilbertt.

 

(Foto: Divulgação)

OESTE MAIS

Ponte serrada

Fonte: OESTE MAIS

Linha

Todos os direitos reservados. Rádio Cultura de Xaxim Ltda.              49 3353.2425