Chape faz 7 a 0 no Tubarão

 
Chapecó – 7 a 0. Um massacre que serve de recado: a Chapecoense vai brigar pelo título do returno do Campeonato Catarinense, que significa a conquista do Troféu Sandro Pallaoro e uma vaga à final do campeonato. A goleada do Verdão sobre o Tubarão, na noite deste domingo (19), na Arena Condá, fechou a rodada número 2 da segunda parte da competição.
 
 
Em homenagem à Chapecoense, o Tubarão foi para o jogo com a cor verde em destaque no uniforme. Apesar da gentileza dos visitantes, o time da casa não aliviou e entrou com vontade de construir um placar elástico. Pressionado após atuações apagadas no empate contra o Inter de Lages e na derrota para o Lanús, o Verdão precisava de uma vitória convincente para amenizar as cobranças.
 
A Chape arrasou no primeiro tempo. Todas as principais jogadas aconteceram pelo lado direito. João Pedro – em princípio ficaria na reserva, pois Apodi havia treinado como titular no sábado (18) – e Rossi envolveram os marcadores. Mas quem mais se destacou foi Andrei Girotto. O volante marcou três gols, aos 16, aos 20 e aos 24. O contestado Dodô, aos 36, fechou a conta na primeira etapa.
 
O Verdão continuou inspirado após o intervalo. Parecia que a equipe do técnico Vagner Mancini estava insatisfeita com o 4 a 0. A rede do goleiro Luiz Carlos voltou a balançar. Apodi entrou para João Pedro descansar. E o ídolo verde-branco veio com tudo. Foi dele a assistência para o gol de Rossi, aos sete minutos.
 
O bombardeio não cessava e aos 14 saiu o sexto. Mais uma vez a bola aérea da Chapecoense funcionou na partida. Desta vez, quem testou para comemorar foi Túlio de Melo, que ganhou uma oportunidade no lugar de Wellington Paulista. O sétimo poderia ter saído com Rossi, que acertou o travessão. O Tubarão conseguiu algumas escapadas, mas quem voltou a marcar foi a Chape com Arthur Cayke, aos 45. 7 a 0 na Arena.
 
A chacoalhada no Tubarão deixa o Verdão em segundo lugar no returno, com quatro pontos em dois jogos e saldo de sete gols positivos. A liderança é do Joinville, com seis. Quem vencer essa fase vai decidir a taça de campeão com o Avaí, que levou o turno. O Leão fatura o Catarinão com antecedência se faturar também a segunda etapa. O próximo compromisso da Chape será nesta quarta-feira (22), diante do Almirante Barroso, às 21h45, no gramado sintético do Estádio Camilo Mussi, em Itajaí.
 
CHAPECOENSE 7x0 TUBARÃO
Chapecoense: Artur Moraes; João Pedro (Apodi), Luiz Otávio, Nathan e Reinaldo; Andrei Girotto (Nádson), Luiz Antônio e Dodô; Rossi, Túlio de Melo (Wellington Paulista) e Arthur Cayke. Técnico: Vagner Mancini.
 
Tubarão: Luiz Carlos; Marcos Vinícius, Gérson (Arilton), Lucas Costa e Vitão (Ricardo Conceição); Paulo Vinícius, Guilherme Andrade e Daniel Costa; Valdo Bacabal, Marcos Paulo (Lucas Crispim) e Rafael Ratão. Técnico: Waguinho Dias.
 
Arbitragem: Célio Amorim (CBF), auxiliado por Helton Nunes (Asp.Fifa) e Gianlucca Perrone de Vasconcellos.
 
Gols: Andrei Girotto (C), aos 16, 20 e 24, e Dodô (C), aos 36 do 1º tempo; Rossi (C), aos 7, Túlio de Melo (C), aos 14, e Arthur Cayke (C), aos 45 minutos do 2º tmepo.
 
Cartão amarelo: Túlio de Melo (C).
Público: 6.116 (total). Renda: R$ 94.785,00.
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC). Data: 19 de março de 2017.
 
PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
7 min – Chapecoense: Rossi encara Vitão no mano a mano, pela direita, passa e invade a área. Ele cruza, mas ninguém conclui e a bola atravessa toda a área.
GOL! 16 min – Chapecoense: Escanteio bem cobrado pelo lado esquerdo. Andrei Girotto, no meio da área, sobe mais que todos e cabeceia para o fundo da rede.
GOL! 20 min – Chapecoense: Após cobrança de escanteio pela direita, a zaga não afasta e sobra para Andrei Girotto, que chuta forte para vencer Luiz Carlos.
GOL! 24 min – Chapecoense: João Pedro escapa pela direita e cruza no segundo pau onde estava Andrei Girotto, que completa de primeira para ampliar.
26 min – Chapecoense: Rossi dá uma meia-lua no marcador pela direita e levanta para a área, na medida para Túlio de Melo. O cabeceio passa perto.
29 min – Tubarão: Em lance de velocidade, Rafael Ratão entra na área e bate rasteiro, forte. Artur Moraes é obrigado a fazer grande defesa.
GOL! 36 min – Chapecoense: João Pedro tabela com Rossi, vai ao fundo e cruza rasteiro para o meio da área. No segundo pau, Dodô apenas completa para a rede.
Segundo tempo
GOL! 7 min – Chapecoense: Apodi recebe lançamento de Luiz Antônio na direita e cruza no primeiro pau. A zaga não corta e Rossi aparece para desviar.
13 min – Chapecoense: Em jogada trabalhada, a bola sai da esquerda para o meio. Andrei Girotto arrisca da entrada da área, rasteiro. Passa raspando a trave.
GOL! 14 min – Chapecoense: Mais um escanteio bem cobrado pela direita. Túlio de Melo aparece no meio da área e cabeceia sem chance de defesa para Luiz Carlos.
17 min – Tubarão: Artur Moraes espalma cruzamento da direita para o meio da área. Rafael Ratão, mesmo com a meta vazia, bate por cima.
19 min – Chapecoense: Lançamento para Rossi nas costas do marcador. O atacante deixa a bola quicar, solta a bomba e carimba o travessão.
25 min – Tubarão: Guilherme Andrade aproveita erro na saída da Chape para recuperar a bola. Ele limpa a marcação e chuta para defesa de Artur Moraes no chão.
GOL! 45 min – Chapecoense: Nádson toca para Arthur Cayke. O atacante finaliza forte de fora da área. A bola bate na trave direita antes de parar na rede.
 
DIÁRIO DO IGUAÇU
Foto: Sirli Freitas / Chapecoense

Giroto

Fonte: Diário do Iguaçu

Linha

Todos os direitos reservados. Rádio Cultura de Xaxim Ltda.              49 3353.2425