FBI investigacampanha presidencial dos EUA

 

 (Foto: Joshua Roberts/ Reuters)

O diretor da Polícia Federal americana (FBI), James Comey, afirmou nesta segunda-feira (20) que a eventual interferência da Rússia na campanha presidencial norte-americana está sendo investigada. Essa foi a primeira vez que o FBI admitiu essa investigação.

O FBI "está investigando os esforços do governo russo para interferir na eleição presidencial de 2016", declarou Comey, durante a abertura de uma audiência sobre o envolvimento da Rússia nas eleições de 2016.

Na mesma audiência, o deputado republicano que preside o Comitê de Inteligência da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos afirmou que não houve grampo telefônico na Trump Tower, segundo a Reuters. Porém, Devin Nunes não descartou que outro tipo de vigilância possa ter sido usado contra o atual presidente americano.

"Deixem-me ser claro: sabemos que não houve uma escuta na Trump Tower, mas é possível que outras atividades de vigilância fossem usadas contra o presidente Trump e seus sócios", disse o deputado.

Donald Trump afirmou ter sido vítima de um grampo telefônico por parte de seu antecessor, Barack Obama, mas não apresentou provas.

 

O ex-chefe de inteligência dos Estados Unidos James Clapper já tinha negado a acusação do presidente americano.

Eua

Fonte: Por G1

Linha

Todos os direitos reservados. Rádio Cultura de Xaxim Ltda.              49 3353.2425