Radares de velocidade são desativados pelo Dnit

 

Uma determinação expedida na última sexta-feira, dia 10, pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), ordenou a desativação de mais de 90 radares fixos existentes nas rodovias federais de Santa Catarina.

 

Na região Oeste, a medida atingiu a BR-153 entre Concórdia e Irani, e a BR-282 em toda sua extensão, que vai do Extremo Oeste ao litoral do estado. Os radares nas BRs 280 e 470, na região de Blumenau e Gaspar, também foram desativados.

 

Mas atenção!

 

A informação, confirmada por um dos representantes da empresa responsável pelos equipamentos, refere-se apenas aos radares fixos. Lombadas eletrônicas, que mostram a velocidade dos veículos, continuam em funcionamento.

 

Segundo o funcionário, o Dnit alega falta de verba para custear o aluguel dos radares. Porém, ressaltou que os equipamentos registram mais de 100 mil notificações por mês, sendo que somente a arrecadação das multas poderia custear o aluguel dos radares.

 

Devido a determinação, a empresa poderá ser forçada a demitir os funcionários que atuam na manutenção dos radares nas rodovias federais catarinenses. Até o momento não há previsão para que os equipamentos sejam religados.

 

Apesar dos radares estarem desativados, a velocidade nas rodovias deve ser respeitada. Os equipamentos são apenas inibidores de imprudência, mas a responsabilidade deve sempre partir dos condutores.

 

 

 

Radares

Fonte: Com informações da Atual FM

Linha
Player de Streaming

Todos os direitos reservados. Rádio Cultura de Xaxim Ltda.              49 3353.2425