Mutirão de Cirurgias de Catarata lançado pelo Governo do Estado

 

Foto: Juliana Balotin/ADR São Lourenço do Oeste

Teve início neste sábado, 25, mais um Mutirão de Cirurgias de Catarata em São Lourenço do Oeste, sendo o terceiro já realizado este ano, mas o primeiro a ser custeado na sua totalidade pelo Governo do Estado.

As cirurgias começaram por volta das 6h, mas a solenidade de lançamento do mutirão aconteceu às 14h30, na Fundação Hospitalar em São Lourenço do Oeste (instituição referência na realização de cirurgias eletivas desta natureza), com a presença do secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Walmor José Pederssetti, prefeitos, vereadores, profissionais ligados à saúde na região e comunidade em geral.


O mutirão, que acontece até 5 de dezembro, beneficiará pacientes de 53 municípios do Oeste e Extremo-Oeste catarinense, compreendidos pelas Regionais de Chapecó, Concórdia, Dionísio Cerqueira, Maravilha, Itapiranga, Quilombo, Palmitos, Seara, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste e Xanxerê. Serão realizados, em média, 180 procedimentos cirúrgicos por dia, beneficiando mais de 1,5 mil pessoas.

Edilia Francisca Gaboardi, 74 anos, agricultora, residente no município de Ipuaçu, sofria com as limitações impostas pela catarata há quase dez anos. Ela integra a lista dos 167 pacientes beneficiados com o procedimento cirúrgico neste sábado, primeiro dia do mutirão. Edilia conta que a doença a impedia de trabalhar na agricultura, agora, porém, pretende voltar a desenvolver suas atividades como plantar e colher, que é o que mais gosta de fazer.

Olinda Vicentin de Lima, do município de Ponte Serrada, também foi beneficiada com o procedimento. Há três anos aguardava pela cirurgia. Ela conta que a principal limitação imposta pela catarata era dirigir. “Estou feliz, e assim que me recuperar voltarei a dirigir sem medo”, conta ela, enfatizando que temia sofrer algum acidente de trânsito por conta da visão prejudicada.

O secretário Pederssetti falou da sua satisfação em representar o Governo do Estado neste ato que possibilita a realização de mais um mutirão, sem ônus para os municípios beneficiados. “É gratificante poder participar de uma ação tão relevante para a qualidade de vida das pessoas”, ressaltou.

O prefeito municipal de São Lourenço, Rafael Caleffi, agradeceu ao Governo do Estado, em especial o secretário de Estado da Saúde, Vicente Augusto Caropreso, pela liberação dos recursos que possibilitarão um Natal melhor aos beneficiados, já que terão sua visão restabelecida.

Para o médico Roberto Cacciari Filho, diretor técnico da empresa Cirstallink , “não voltar a enxergar por falta de recurso financeiro e acesso à cirurgia é muito triste e nos sensibiliza. Estamos muito felizes em poder levar solução aos milhares de pacientes através das cirurgias de catarata em parceria com os hospitais filantrópicos e o Estado de Santa Catarina. Agradeço o secretário e colega médico Vicente Caropreso pela confiança em depositar os olhos dos pacientes sob nossa responsabilidade. Afiançamos oferecer o melhor e nos dedicaremos para transformar a saúde ocular do estado em referência nacional. Somos grato ao governador Raimundo Colombo e, em nome dos pacientes atendidos, transmito as melhores vibrações para que continue lutando pela saúde da população que tanto necessita de auxílio. Hoje é um dia muito especial, e os esforços das pessoas de bem permitem que os pacientes retomem a alegria de viver. Parabéns a todos envolvidos no projeto e ao Governo de Santa Catarina pela nobre iniciativa”.

O ato de lançamento do mutirão contou também com a presença do prefeito Augusto Loureiro de Jupiá, vereadores, gerente regional de Saúde Patricia Conteratto, coordenador da CIR (Comissão Intergestores Regionais), Alan Felipe, secretária municipal de Saúde, Vânia Baldissera, e representante do Hospital da Fundação, Nelson Moresco.

 

“Estamos muito felizes em iniciar essa ação pelo Oeste catarinense. Acabar com as filas e melhorar a qualidade de vida das pessoas são objetivos da nossa gestão”, afirma o secretário Caropreso, que não pôde comparecer à solenidade de lançamento do mutirão, pois estava envolvido numa emergência referente ao atendimento no Hospital Regional de Araranguá, onde a organização social responsável pela gestão decidiu unilateralmente cessar o atendimento à população, descumprindo o contrato que possui com a SES.

Cataratas

Fonte: Tudo Sobre Chapecó

Linha
Player de Streaming

Todos os direitos reservados. Rádio Cultura de Xaxim Ltda.              49 3353.2425