Chuva deixa Florianópolis em estado de alerta

 

 

Foto: Betina Humeres / Hora de Santa Catarina

A grande quantidade de chuva que caiu nas últimas 24 horas deixa Florianópolis em estado de alerta, segundo a Defesa Civil Municipal. Desde as 6h de terça-feira (9) até às 8h desta quarta-feira (10) choveu mais de 100 mm, o que representa 50% da chuva do mês em apenas um dia. A enxurrada causa alagamentos em diversos bairros da capital e transtornos no trânsito. Até às 9h30 desta quarta-feira nenhuma ocorrência grave foi registrada.

Luiz Eduardo Machado, diretor da Defesa Civil Municipal, informa que há alagamentos em ruas dos bairros Campeche, Rio Vermelho, Armação e Ingleses, principalmente nas vias que não tem drenagem ou que não são pavimentadas. Na Agronômica houve uma pequena queda do muro de uma residência, mas ninguém se feriu. Um pequeno deslizamento na subida do morro da Lagoa da Conceição foi registrado.

— Os alagamentos são um problema muito sério porque não tem o que fazer quando tem chuva. A gente recebe os chamados e fazemos um relatório para que a Secretaria de Obras faça um jateamento nas ruas que são pavimentadas após as chuvas.

 

Deslizamento no Morro da LagoaFoto: Alceu Atherino / Divulgação

De acordo com Machado, desde o início da manhã a Defesa Civil está nas ruas monitorando a situação. Equipes de várias secretarias devem se reunir no início da tarde para desencadear um plano de resposta emergencial preventivo. 

— Isso será feito para que a prefeitura fique com toda estrutura à disposição para, caso seja necessário, atender de foram rápida as ocorrências — informa.

Chuva provoca danos em Imbituba 

Em Imbituba, a chuva provocou danos a duas residências na tarde de terça-feira (9). Segundo a Defesa Civil, o muro e a garagem das casas foram destruídos por uma cratera que surgiu após o rompimento da rede de drenagem da via. Ninguém se feriu.

Chuva continua durante o dia

A previsão é que a chuva persista durante toda esta quarta-feira (10) na Grande Florianópolis. Segundo informações de Bianca Souza, técnica em meteorologista, a chuva pode vir a provocar deslizamentos de terra em áreas instáveis.

O volume de chuva esperado para o mês de janeiro na cidade é algo entre 190 e 210mm, ou seja, em alguns pontos da cidades choveu mais do que 50% da chuva esperada para todo o mês em apenas 24 horas.

Confira o acúmulo de chuva desde as 8h de terça até 8h desta quarta, segundo a Ciram e Cemaden:

- Centro: 119 mm 
- Canasvieiras: 111 mm 
- Itacorubi: 107 mm 
- Santo Antônio de Lisboa: 99 mm 
- Areias do Campeche: 98 mm 
- Coqueiros: 75 mm
- Lagoa do Peri: 47 mm 

Acúmulo de chuva até às 10h45min:

- Florianópolis (Areias Campeche): 104 mm
-Florianópolis (Coqueiros): 82 mm
- Palhoça (Praia de Fora): 93 mm
- Palhoça (Pinheira): 74 mm
- Imbituba (Centro): 88 mm
- Garopaba (Areias de Palhocinha): 66 mm
- Biguaçu (Cidade Universitária): 57 mm
- Governador Celso Ramos: 54 mm
- São José (Forquilhinhas): 52 mm

 

 

24015657

Fonte: Diário Catarinense

Linha
Player de Streaming

Todos os direitos reservados. Rádio Cultura de Xaxim Ltda.              49 3353.2425