Relatório da Serra do Rio do Rastro deve ser entregue nesta semana

Depois de registrar mais um deslizamento de terra na semana passada, a Serra do Rio do Rastro voltou a chamar à atenção do Governo do Estado. Técnicos da Defesa Civil vistoriaram os pontos de maior risco, e o relatório deve ser entregue nos próximos dias ao Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra). O mapeamento não deve trazer nenhuma novidade, mas sim fazer comparações com o outro levantamento realizado no ano passado, para ver se a situação piorou e em quais locais.

O projeto para instalar contenção em pontos da SC-390 já está pronto, e o secretário de Estado de Infraestrutura, Luiz Fernando Cardoso, prometeu começar obras até o final do primeiro trimestre. Nos cinco projetos, que incluem melhorias no pavimento e contenção nos paredões no trecho entre Lauro Müller e Bom Jardim da Serra, o investimento é estimado em R$ 4,8 milhões. A Defesa Civil deve usar o relatório da vistoria de hoje para tentar recursos junto ao Governo Federal, pois além de ser um ponto turístico bastante visitado, o trajeto também é uma via importante que liga o litoral Sul do Estado ao Oeste catarinense. 

Três pontos devem custar R$ 3,2 milhões

Somente três pontos de risco nos Kms 407, 410 e 416, deverão custar R$ 3,2 milhões do total a ser investido. No primeiro trecho, telas serão fixadas na rocha com cabos de aço, e uma camada de concreto será aplicada para formar uma espécie de muro de proteção. Nos outros dois locais, um muro com estritura de pedra e, gaiolas de arama fará a contenção, ajudando a conter e evitar novos deslizamentos. Mais R$ 1,6 milhão serão aplicados na recuperação e conservação do pavimento da rodovia.

 

 

Serra

Fonte: Três pontos devem custar R$ 3,2 milhões

Linha
Player de Streaming

Todos os direitos reservados. Rádio Cultura de Xaxim Ltda.              49 3353.2425