Mais três pontos! Chape vence Tubarão e mantem vantagem na liderança

foto: CA Tubarão/Divulgação

 Mais três pontos na tabela. A Chapecoense venceu o Tubarão por 2 a 0, na tarde deste domingo (18), no Sul do Estado, e continua sozinho na liderança da Série A do futebol catarinense. O clube do Oeste chegou à vitória, pela 14ª rodada, com gols marcados por atacantes, que não faziam havia três jogos.

O técnico Gilson Kleina poderia, pela primeira vez na temporada, repetir a escalação de um jogo para outro. Porém, ele preferiu deixar no banco o meia Nádson, que foi poupado do treino de sexta, e optar pelo atacante Osman. A mudança alterou o esquema tático do Verdão, do 4-4-2 para o 4-3-3. Apesar do modelo de jogo, teoricamente, mais ofensivo, a Chape não deu espaço ao adversário. A proposta verde-branca era tocar a bola sem pressa e esperar um erro do Tubarão.

O vacilo surgiu aos 14 minutos. Guilherme aproveitou para abrir o placar. O último gol de atacante na Chape havia sido marcado nos 3 a 0 sobre o Concórdia, pela 10ª rodada, no dia 25 de fevereiro. E WP9 tratou de fazer 2 a 0 nos anfitriões, aos 24, em cobrança de pênalti. Aos 31, parada técnica pelo forte calor. Aos 35, o lance mais polêmico da partida: Marcos Vinícius fez gol, mas a arbitragem entendeu que o jogador local estava adiantado. Houve muita reclamação no lance.

Jogou para administrar

A Chapecoense voltou do intervalo com a preocupação de administrar o resultado. O Tubarão procurou atacar e criou algumas chances. Logo aos cinco minutos, Batista desperdiçou grande oportunidade. Aos 21, Índio finalizou mal em jogada clara para marcar. Antes, aos 17, o duelo acabou paralisado, porque moedas foram atiradas para o gramado, vindas de setor onde estava a torcida mandante.

O panorama seguia a mesma. O Tubarão atacando, mas esbarrava na marcação do Verdão, que, por sua vez, pouco produzia ofensivamente. Aos 28, aproveitando atendimento médico ao goleiro Jandrei, o árbitro Célio Amorim autorizou, mais uma vez, os jogadores a irem ao banco para se reidratarem. Aos 44, Luiz Antônio, que entrou na Chape no segundo tempo, recebeu o segundo cartão amarelo, por falta dura, e foi expulso.

33 contra 30

O marcador se manteve, Jandrei completou 1.140 minutos sem levar gol no Catarinão (participou de 12 jogos pelo campeonato e segue invicto) e a Chapecoense continua na liderança com três pontos de vantagem para o vice Figueirense, que neste domingo bateu o Inter de Lages por 1 a 0, em casa. São 33 pontos contra 30 do Alvinegro. Depois de duas partidas fora de casa, a Chape volta para a Arena Condá. O compromisso em Chapecó será diante do Hercílio Luz, nesta quarta-feira (21), às 19h30, pela 15ª rodada.

 

TUBARÃO 0x2 CHAPECOENSE

Tubarão: Junior Belliato; Marcos Vinícius, Jailton, Canavesio e Jean; Liel, Everton Dias (Matheus Barbosa), Daniel Costa e Assis (David Batista); Índio (Nikolas Farias) e Batista. Técnico: Waguinho Dias.

Chapecoense: Jandrei; Eduardo, Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Vinicius Freitas (Bruno Pacheco); Amaral, Elicarlos e Márcio Araújo; Guilherme (Bruno Silva), Wellington Paulista e Osman (Luiz Antônio). Técnico: Gilson Kleina.

Arbitragem: Célio Amorim, auxiliado por Éder Alexandre e Sandro Katzwinckel da Silva Rocha.

Gol: Guilherme (C), aos 14, e Guilherme (C), aos 24 minutos do 1º tempo.

Cartões amarelos: Jailton, Liel e Jean (T); Guilherme, Vinícius Freitas e Luiz Antônio (C).

Cartão vermelho: Luiz Antônio (C), aos 44 minutos do 2º tempo.

Público: 3.040 (total). Renda: R$ 62.757,00.

Local: Estádio Domingos Silveira Gonzáles, em Tubarão (SC). Data: 18 de março de 2018.

 

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

GOL! 14 min – Chapecoense: Canavesio corta cruzamento da direita, Vinícius Freitas pega a sobra e solta a bomba de fora da área. Junior Belliato dá rebote, e Guilherme só tem o trabalho de empurrar para a rede.

GOL! 24 min – Chapecoense: Nery Bareiro dá belo lançamento para Osman na esquerda. Ele invade a área e é derrubado por Jailton. Pênalti. Wellington Paulista bate com estilo. Bola de um lado, goleiro do outro.

26 min – Tubarão: Everton Dias avança pelo meio e arrisca de longe. A bola sai com veneno, no canto direito, e impõe dificuldade a Jandrei, que defende em dois lances.

35 min – Tubarão: David Batista corta Nery Bareiro e chuta rasteiro já dentro da área. A bola toca na trave, em Jandrei, na trave de novo e sobra para Marcos Vinícius concluir para a rede. Arbitragem marca impedimento.

43 min – Chapecoense: Com a defesa do Tubarão aberta, Guilherme recebe passe e, na velocidade, entra na área em condição de fazer o gol, mas a conclusão vai para fora.

Segundo tempo

5 min – Tubarão: Depois de jogada trabalhada, Daniel Costa cruza da direita, rasteiro. A zaga não corta e a bola chega a Batista, que se atira para finalizar, mas erra o alvo.

21 min – Tubarão: Índio recebe passe na área da Chape, limpa a jogada, e fica de frente com Jandrei, mas demora para finalizar e acaba batendo na defesa, ganhando escanteio.

33 min – Chapecoense: Luiz Antônio cobra escanteio da esquerda. Nery Bareiro aparece livre, no segundo pau, e cabeceia colocado. A bola passa perto do ângulo.

47 min – Tubarão: Após cruzamento da direita para o meio da área. Matheus Barbosa sobe mais que todo mundo e cabeceia bem para defesa firme de Jandrei.

 

50 min – Tubarão: A jogada chega ao meio da área, ninguém afasta e Barbosa pega a sobra para chutar rasteiro. A bola toca na trave e volta na mão de Jandrei.

Capa mais tres pontos chape vence tubarao fora de casa e mantem vantagem na lideranca 40502

Fonte: Diário do Iguaçu

Linha
Player de Streaming

Todos os direitos reservados. Rádio Cultura de Xaxim Ltda.              49 3353.2425