PREÇO DO LEITE AUMENTA PARA O PRODUTOR EM SC

 

Nesta semana, o Conselho Paritário Produtor/Indústrias de Leite do Estado de Santa Catarina, reunido em Florianópolis, anunciou os valores de referência para este mês de julho com projeção de 5,3% de aumento. O leite entregue em julho para processamento industrial a ser pago em agosto pelos laticínios terá aumento de 6 a 8 centavos/litro. Os valores projetados são os seguintes: leite acima do padrão R$ 1,7432/litro; leite padrão R$ 1,4172/litro e abaixo do padrão R$ 1,3122/litro. Os valores se referem ao leite posto na propriedade com Funrural incluso.

O mercado catarinense está pagando aos produtores rurais, como de praxe, acima dos valores de referência. O consumidor está sentindo os efeitos dessa nova situação nas gôndolas, pois o preço final também subiu no varejo.

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) explicou que, com a redução da oferta, muitas indústrias lácteas de outros Estados estão comprando o leite catarinense, aquecendo o chamado “mercado spot”. Essa situação força os laticínios do Estado a elevar o preço para garantir o estoque de leite bruto para processamento evitar recuar na participação de mercado.

O presidente em exercício do Conseleite/SC José Carlos Araújo considera que a atual situação de alta nos preços do leite ainda é um dos reflexos negativos da greve dos caminhoneiros, ocorrida em maio, quando os produtores não conseguiam retirar o leite dos estabelecimentos rurais e as indústrias não conseguiam receber leite para processamento: mais de 50 milhões de litros foram jogados foram.

 “De um lado os produtores diminuíram a produção uma vez que durante o período da greve não receberam insumos para alimentação dos bovinos e, consequentemente, a produção foi reduzida. De outro, o leite não chegou até as indústrias e o reflexo foi sentido lá na ponta pelo consumidor final que passou a ter um produto mais caro”, esclarece.

A expectativa do Conseleite/SC, segundo Araújo, é de que essa situação permaneça igual até o mês de setembro, quando a produção deve ser normalizada.

 

2602 vaca leite 11 1 300x203

Fonte: Com informações MB Comunicação

Linha
Player de Streaming

Todos os direitos reservados. Rádio Cultura de Xaxim Ltda.              49 3353.2425