Região de Xanxerê tem uma morte por Influenza

 

  

 (Foto: Arquivo/Tudo Sobre Xanxerê)

Os casos de Influenza têm aumentando em Santa Catarina, chegando a 42 mortes pela doença. De um total de mais de 1.506 casos suspeitos, 365 deram positivos e 648 negativos. Circulam, no momento, os vírus H1N1 e H3N2. O registro de casos está dentro do esperado para o período de sazonalidade, que vai do início do mês de maio até o final do mês de agosto. Conforme o último boletim da Influenza, divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) de Santa Catarina, até o dia oito deste mês, na região de Xanxerê, haviam sido confirmados quatro casos.

De acordo com o boletim, o primeiro foi em Xanxerê, datado de 04 de julho, sendo um doente pelo vírus H3N2. Já nos dados de 18 de julho, um novo caso foi registrado no município de Xaxim, sendo de H1N1. No dia 25 de julho, a região já contava com três, tendo um paciente diagnosticado com H3N2 em Passos Maia. O número aumentou em 08 de agosto, com mais um caso de H3N2 em Xanxerê, ficando assim: Xanxerê com dois casos de H3N2; Xaxim com um de H1N1 e Passos Maia com um de H3N2.

Conforme a enfermeira Marisa Matiollo, da Vigilância Epidemiológica da Gerência Regional de Saúde da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Xanxerê, dos casos, um evoluiu para óbito, sendo um homem de Passos Maia. De acordo com o secretário de Saúde de Xaxim, Davi Provenzi Machado, o homem diagnosticado com H1N1 só possuía residência em Xaxim, mas estava no Rio Grande do Sul quando contraiu o vírus. Segundo ele, até o momento, não houve nenhuma suspeita, muito menos algum caso confirmado da doença no município. 

Em contato com a Vigilância Epidemiológica de Xanxerê, o Folha Regional foi informado de que, até o momento, pelo município não havia nenhum caso notificado. Por meio da assessoria de imprensa do Hospital Regional São Paulo, a informação é de que todos os exames seguem para o laboratório Lacen, de Florianópolis, e que o mesmo deve repassar as informações para o município.

Perfil dos casos
Em relação à idade, os casos confirmados em todo o Estado por Influenza acometeram indivíduos nas faixas etárias acima de 60 anos (112 casos), de 50 a 59 anos (50 casos), de 40 a 49 anos (41 casos), de 30 a 39 anos (43 casos), de 20 a 29 anos (39 casos), de 10 a 19 anos (19 casos), de 5 a 9 anos (26 casos), de 2 a 4 anos (9 casos) e menores de 2 anos (26 casos). Dos 365 casos, 245 (67,1%) apresentaram algum fator de risco associado, dos quais 112 (45,7%) idosos (acima de 60 anos), 77 (31,4%) portadores de doenças crônicas, 26 (10,6%) crianças menores de 2 anos, 12 (4,9%) gestantes e 18 (7,3%) obesos.

Orientações
Para evitar que mais casos sejam confirmados, os órgãos de saúde pedem para que as pessoas tomem as seguintes precauções:
- Lavar as mãos com frequência;
- Evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas;
- Manter limpo objetos e superfícies que entram em contato com as mãos.

Sintomas
- Febre repentina que supera os 38° C;
- Tosse intensa;
- Dor de cabeça constante;
- Dor nas articulações e nos músculos;
- Falta de apetite;
- Calafrios frequentes;
- Nariz entupido, espirros e falta de ar;
- Náuseas e vômitos;
- Diarreia;
- Mal estar geral.

É indicado que se busque atendimento médico o mais breve possível para que se possa dar início ao tratamento com o antiviral Tamiflu. A doença é grave e pode ser transmitida pelas secreções respiratórias.

Diferença entre H1N1 e H3N2
O H3N2 é um subtipo do vírus da Influenza A, responsável pelo maior surto de gripe nos EUA nos últimos anos, com mais de 47 mil pessoas infectadas. Recentemente, chegou ao Brasil e chamou a atenção das autoridades da saúde. O H3N2 e o H1N1 são vírus diferente um do outro, mas pertencente a Influenza A, sendo os mais prevalentes em casos da doença. Em anos anteriores, quando se teve relatos de surtos da gripe, a causa era significativamente provocada pelo subtipo H1N1. 

 

(Folha Regional)

 

Dsc 0143 400 267 s c1

Fonte: FOLHA REGIONAL

Linha
Player de Streaming

Todos os direitos reservados. Rádio Cultura de Xaxim Ltda.              49 3353.2425