Samu de Chapecó realiza média de 590 atendimentos por mês

 

O telefone 192 toca. Um pedido de auxílio. A equipe se descola. O atendimento acontece. Diariamente as equipes do SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência recebem chamados dos mais diversos segmentos e necessidades.
De acordo com Nádia Bender, enfermeira coordenadora do Suporte Básico do SAMU Chapecó, atualmente esse serviço efetua na média de 590 atendimentos/mês, rodando em média 160 Km/dia cada ambulância.

A equipe de Chapecó é composta por 01 enfermeiro coordenador, 01 coordenador de frota, 03 auxiliares de serviços gerais, 09 motoristas socorristas e 08 técnicos de enfermagem. “É uma equipe diferenciada e que passa por constantes treinamentos e capacitações com o intuito de aprimorar seus conhecimentos, visto a diversidade de situações que abordam, atendem, auxiliam e conduzem, tais abordagens exigem tomada de decisão rápida e dinâmica”, comentou.

Ela destaca ainda que frente a necessidade de aprimoramento de habilidades e conhecimento, no sábado (01), a equipe se reuniu para se atualizar e colocar em prática os novos protocolos sobre atendimento pré-hospitalar em situações de trauma. Foram 8 horas de treinamento quando os profissionais do SAMU estiveram reunidos e desenvolveram práticas e simulações, para qualificar o atendimento prestado a comunidade.


Como funciona o SAMU

O SAMU – em Santa Catarina funciona com modelo de atendimento configurado por uma Central de Regulação Regional (que está sob responsabilidade estadual/gestão terceirizada) que recebe a solicitações de atendimento através do número de telefone 192. Diante da solicitação de atendimento o médico regulador vai gerenciar o recurso que tem disponível.

O SAMU tem diversos tipos de ambulâncias: 01 Suporte Avançado de Vida (USA) – tripulada por 01 médico, 01 enfermeiro e 01 socorrista, (está sob responsabilidade estadual/gestão terceirizada). Esta modalidade de atendimento é empregada em casos de urgência e emergência mais complexos, sob risco de morte iminente, e também no transporte inter-hospitalar/intermunicipal.

Na região do extremo oeste existem 01 Unidade de Suporte Avançado em Chapecó (USA 01), São Miguel do Oeste (USA 02) e Xanxerê (USA 03). Existem também, em Chapecó, 02 ambulâncias de Suporte Básico de Vida – tripulada por 01 motorista socorrista e 01 técnico de enfermagem (está sob responsabilidade de cada município). Esta modalidade de atendimento é empregada em casos de urgência e emergência com um grau de complexidade um pouco menor se comparado ao Suporte Avançado.

Haja vista que as Unidades de Suporte Avançado são aplicadas nos transportes inter-hospitalares, em alguns períodos o município de Chapecó conta apenas com o apoio das viaturas do Suporte Básico de Vida, que devido a isso contempla em seu extenso histórico de atendimentos: auxílios a partos normais, atendimentos a paradas cardíacas, acidentes com vítimas graves, baleados, entre outras diversas situações que prestaram apoio qualificado pelo fato de estar subordinado a orientação médica, através de um instrumento de telemedicina. Essas ambulâncias estão subordinadas a Secretaria Municipal de Chapecó, que é quem mantém e oferece esse serviço é a gestão municipal, e as viaturas que fornece é o Ministério da Saúde.

Samu

Fonte: Tudo Sobre Chapecó

Linha

Todos os direitos reservados. Rádio Cultura de Xaxim Ltda.              49 3353.2425