Rússia lamenta recusa de Biden para conversar com Putin

A Rússia lamentou nesta segunda-feira (22) que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, não tenha aceitado o convite de Vladimir Putin para conversar em reunião virtual, após o americano ter chamado o mandatário russo de "assassino".

"Foi perdida mais uma oportunidade de buscar uma saída para o atoleiro em que as relações russo-americanas estão presas por causa de Washington", disse o Ministério das Relações Exteriores russo em comunicado.

A diplomacia russa destacou que a responsabilidade recai plenamente sobre os EUA. Na semana passada, Putin convidou o presidente americano para conversar na sexta-feira ou nesta segunda-feira sobre as relações bilaterais.

O embaixador russo em Washington, Anatoli Antonov, chegou neste domingo a Moscou para conversas, após Biden ter chamado Putin de "assassino" durante uma entrevista, declaração que a Rússia prometeu não deixar passar.

Antonov participou de reuniões na sede do Ministério das Relações Exteriores que duraram duas horas e terminaram sem declarações à imprensa.

Antes, o Kremlin classificou como "muito ruins" as relações atuais com os EUA, depois de palavras "sem precedentes" do mandatário americano sobre o governante russo.

A Rússia disse estar disposta a manter as relações com os EUA, já que os laços representam interesses não apenas dos dois países, mas de todo o mundo.

Joe

Fonte: Agência Brasil

Linha
Player de Streaming

Todos os direitos reservados. Rádio Cultura de Xaxim Ltda.              49 3353.2425